Inspiração / Viajar

Casal brasileiro viaja o mundo produzindo vídeos por um outro olhar

Viajar com um propósito. Esse era o principal objetivo do publicitário Lucas Moraes e da administradora de empresas Gabriela Nascimento, quando decidiram deixar seus empregos em Porto Alegre para apostar em uma mudança de vida. Foi no começo de 2014 que eles começaram a planejar o Mundo à Volta, um projeto de conteúdo audiovisual que apresenta os lugares por onde viajam pelo ponto de vista dos moradores locais.

Depois de mais de um ano economizando para tornar a ideia viável, em setembro de 2015 eles pegaram a estrada rumo ao primeiro destino da etapa América do Sul, a Argentina.

mundo à volta

Aproximar viajantes e “embaixadores” da cultura

Na época de planejamento do projeto, o casal observou duas necessidades dentro do nicho de conteúdos turísticos na internet: poucos sites do Brasil usam linguagem de vídeo para trazer dicas e informações; e os moradores locais, que são as pessoas que melhor conhecem cada destino, não estavam sendo ouvidos. Foi aí que eles decidiram buscar e entrevistar o que eles chamam de “embaixadores” da cultura. Pessoas envolvidas profundamente com cada manifestação cultural, que participam do seu desenvolvimento e preservação. São elas que melhor definem a identidade de cada tradição e sabem aonde e como o viajante pode vivenciar esses costumes de uma forma mais genuína, indo além do guia turístico padrão.

Além das entrevistas, para a trilha sonora dos vídeos o casal também busca sempre músicas de artistas locais.

Nós dois já havíamos morado fora do Brasil e viajado um pouco pelo mundo. A viagem já nos deu muitas coisas boas e queríamos retribuir da melhor maneira possível, usando as nossas habilidades. Pensamos nos vídeos como uma forma de empoderar os moradores locais para que falem da sua cultura e, ao mesmo tempo, oferecer informações relevantes para quem pensa em conhecer aquela cidade. Acreditamos que o turismo pode e deve ser uma experiência positiva e enriquecedora não só para o viajante, mas para as pessoas e lugares que ele visita”, explica Lucas.

Esses ‘embaixadores’ que encontramos chamam atenção por falarem sobre a identidade local com muita propriedade e desenvoltura. Geralmente, dá para perceber nos primeiros instantes de conversa que estamos falando com uma pessoa especial, que merece dizer algumas palavras em nome do turismo de lá. E, depois que publicamos e mandamos o vídeo para os entrevistados, é muito legal ver o orgulho que sentem e como compartilham aquilo com a sua comunidade”, conta Gabi.

mundo à volta
mundo à volta
mundo à volta

Depois de dois meses de viagem, o casal já publicou 5 vídeos sobre as cidades da Argentina e outros 4 sobre o Uruguai, onde realizaram um projeto piloto em 2014. O conteúdo despertou o interesse do canal de televisão TravelBox Brazil e, além de seguir disponível no Youtube, também passará a ser veiculado na programação semanal da emissora. Nas redes do Mundo à Volta, a ideia é publicar um vídeo a cada 15 dias, no mínimo.

De acordo com Lucas, algumas experiências acabam rendendo mais e, por isso, eles não se limitam a produzir somente um vídeo por cidade. “Cada novo lugar que visitamos é um desafio que começa do zero e desperta a nossa criatividade. Em Córdoba, por exemplo, produzimos 3 curtas sobre experiências na região”, explica.

Confira abaixo um pouco do trabalho do casal. Esse vídeo foi produzido em um pequeno povoado no meio das montanhas do norte argentino, chamado Iruya. Lá, a população está dando uma lição de turismo comunitário, sustentável e respeitoso.

Para que o projeto seja autossustentável e possa chegar a mais lugares e pessoas, o casal vem encontrando formas de custear a viagem. Desde a primeira parada, já realizaram parcerias com hostels e agências de turismo, produzindo vídeos e fotos em troca de serviços de hospedagem e transporte.

Isso foi abrindo o caminho para que o Mundo à Volta vire uma produtora nômade. Mesmo que a vida na estrada esteja bastante corrida, o casal não se imagina voltando para um escritório.

Não está sendo fácil viajar, editar vídeos, escrever para o nosso site e ainda levar uma vida normal de casal. Mas, nunca tivemos tanta certeza de que estamos no caminho certo”, conta Lucas.

E para aqueles que também pensam em investir em uma nova empreitada itinerante, o casal dá algumas dicas:

Antes de pegar a estrada, planejamos muito. Focamos no que éramos bons, mas principalmente, no que precisávamos melhorar. Não tínhamos conhecimento de produção e edição de vídeos e nem os equipamentos necessários. Investimos em cursos e na compra de câmera, lentes, gravador de áudio e computadores”, explica Lucas.

Gabi complementa falando sobre a carga de trabalho combinada com a viagem: “pela internet, a vida das pessoas que viajam e produzem conteúdo parece perfeita, mas, qualquer um que queira investir nesse formato precisa entender que, na prática, as coisas não são bem assim. Costumo dizer que viajar e produzir conteúdo é uma relação 80/20. Passamos 80% do nosso tempo trabalhando na frente do computador e ocupados com tarefas básicas de sobrevivência, como cozinhar. Nos restantes 20%, desbravamos os lugares em busca de atividades turísticas atraentes e pessoas para entrevistar. Vinte por cento pode parecer pouco, mas no tempo de uma viagem isso significa muitas experiências que a gente vai levar para sempre na memória e, é claro, nos nossos vídeos e fotos. Essa pequena porcentagem é o que faz a nossa grande mudança de vida ter valido a pena”.

mundo à volta

Related posts

Estilo de Vida / Viajar

Os países com o melhor estilo de vida para morar

Mudar de ares, conhecer culturas diferentes, se adaptar a um novo ritmo de vida. Para quem quer morar e trabalhar no exterior, essas mu...

Viajar

Megatrilha irá conectar o Rio de Janeiro ao Rio Grande do Sul

Se as passagens entre o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro estão caras, que tal fazer esse percurso a pé? Essa é a proposta de ...

Indicação / Inspiração / Sorrir

MÚSICA: Playlists do spotify que nos inspiram

"Sem música, a vida seria um erro" - Nietzsche Eu ( Douglas ) concordo plenamente com essa afirmação, pois sem ela, estaría...

Indicação / Viajar

Trip Tri – Viagens econômicas em grupo

Hoje em dia, a internet é um dos principais meios para se informar sobre tudo, principalmente sobre viagens. Foi assim que descobri a ...

Nenhum comentário

Enviar comentário