Inspiração / Viajar

Em um fusca, jovem viaja a América do Sul ao lado do cachorro

O curitibano Jesse Koz largou trabalho e estudos para realizar um grande sonho: cruzar a América do Sul a bordo do seu fusca e acompanhado do cachorro, o simpático Shurastey.

Jesse Koz e Shurastey são amigos inseparáveis. Jesse, que é de Curitiba, saiu de casa aos 17 anos e se mudou pra Balneário Camboriú. Foi pra lá fazer a vida e fez amigos, mas também conquistou bens e literalmente saiu do ZERO. No final de 2015 adotou Shurastey, um cão Golden Retriever, punk rock como “Should I Stay or Should I Go” do The Clash, um cara que não consegue ficar um minuto parado. Foi brodagem a primeira vista e os 2 passaram a frequentar juntos trilhas, praias, morros e outras muitas aventuras.

vsv

Ainda em 2015, Jesse viu a notícia de um cara que havia viajado por toda a América do Sul a bordo de um Fusca, foi quando ele passou a pesquisar sobre assunto e viu que muita gente viajava de forma independente e econômica. Leu vários relatos e a ficha caiu: “Vou pra estrada com o Shurastey e vou de Fusca!

Foi atrás da documentação do Shurastey, procurou veterinários e obteve todas as vacinas requisitadas pelas autoridades sanitárias dos países por onde iria passar, e para que o amigo não passe fome, o curitibano providenciou 60 quilos de ração.

Para viabilizar o rolê ele não pensou duas vezes, vendeu tudo que tinha, largou trabalho e estudos, comprou um Fusca branco 1978 que batizou de “Dondongo” e em maio de 2017 partiu junto com o amigo em busca da felicidade.

vsv

Histórias e momentos vividos no Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile fazem parte agora das boas memórias de Jesse. Na Argentina seu Fusca não suportou as diferenças, o motor quebrou, e eles ficaram 10 dias esperando as peças. Mas esse tipo de problema foi muito bem compensado.

vsv

Valeu cada minuto da viagem em todos os países. Encontrei hospitalidade, humanidade e pessoas que me ajudaram exatamente no momento em que eu precisava, isso é muito importante”.

Sua viagem se encerrou em agosto do ano passado, quando chegou em Foz do Iguaçú. No final das contas o Dodongo devorou 15 mil quilômetros. Os pneus não foram trocados e são os mesmos que enfrentarão o novo desafio de Jesse: No próximo dia cinco de fevereiro, entrará em rodovias até o Estado do Pará. Mas quer, depois, seguir rumo à Bolívia junto com Shurastey, claro.

vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv

Quer acompanhar mais desta linda e inspiradora história? Siga Jesse e Shurastey no FACEBOOK e YOUTUBE.


 

Related posts

Viajar

4 destinos perfeitos para viajar com a sua mãe

Dia das Mães é sempre uma boa oportunidade para filhos no Brasil inteiro agradecerem às mães por todo carinho recebido ao longo da ...

Indicação / Inspiração / Sorrir

MÚSICA: Playlists do spotify que nos inspiram

"Sem música, a vida seria um erro" - Nietzsche Eu ( Douglas ) concordo plenamente com essa afirmação, pois sem ela, estaría...

Indicação / Viajar

Trip Tri – Viagens econômicas em grupo

Hoje em dia, a internet é um dos principais meios para se informar sobre tudo, principalmente sobre viagens. Foi assim que descobri a ...

Fotografia / Viajar

Blogueiros de viajem revelam a verdade sobre suas fotos perfeitas

Já se perguntou alguma vez por que suas fotos de viagem nunca se parecem com as daqueles blogueiros famosos que você segue no Instagr...

Nenhum comentário

Enviar comentário