Inspiração / Viajar

Em um fusca, jovem viaja a América do Sul ao lado do cachorro

O curitibano Jesse Koz largou trabalho e estudos para realizar um grande sonho: cruzar a América do Sul a bordo do seu fusca e acompanhado do cachorro, o simpático Shurastey.

Jesse Koz e Shurastey são amigos inseparáveis. Jesse, que é de Curitiba, saiu de casa aos 17 anos e se mudou pra Balneário Camboriú. Foi pra lá fazer a vida e fez amigos, mas também conquistou bens e literalmente saiu do ZERO. No final de 2015 adotou Shurastey, um cão Golden Retriever, punk rock como “Should I Stay or Should I Go” do The Clash, um cara que não consegue ficar um minuto parado. Foi brodagem a primeira vista e os 2 passaram a frequentar juntos trilhas, praias, morros e outras muitas aventuras.

vsv

Ainda em 2015, Jesse viu a notícia de um cara que havia viajado por toda a América do Sul a bordo de um Fusca, foi quando ele passou a pesquisar sobre assunto e viu que muita gente viajava de forma independente e econômica. Leu vários relatos e a ficha caiu: “Vou pra estrada com o Shurastey e vou de Fusca!

Foi atrás da documentação do Shurastey, procurou veterinários e obteve todas as vacinas requisitadas pelas autoridades sanitárias dos países por onde iria passar, e para que o amigo não passe fome, o curitibano providenciou 60 quilos de ração.

Para viabilizar o rolê ele não pensou duas vezes, vendeu tudo que tinha, largou trabalho e estudos, comprou um Fusca branco 1978 que batizou de “Dondongo” e em maio de 2017 partiu junto com o amigo em busca da felicidade.

vsv

Histórias e momentos vividos no Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile fazem parte agora das boas memórias de Jesse. Na Argentina seu Fusca não suportou as diferenças, o motor quebrou, e eles ficaram 10 dias esperando as peças. Mas esse tipo de problema foi muito bem compensado.

vsv

Valeu cada minuto da viagem em todos os países. Encontrei hospitalidade, humanidade e pessoas que me ajudaram exatamente no momento em que eu precisava, isso é muito importante”.

Sua viagem se encerrou em agosto do ano passado, quando chegou em Foz do Iguaçú. No final das contas o Dodongo devorou 15 mil quilômetros. Os pneus não foram trocados e são os mesmos que enfrentarão o novo desafio de Jesse: No próximo dia cinco de fevereiro, entrará em rodovias até o Estado do Pará. Mas quer, depois, seguir rumo à Bolívia junto com Shurastey, claro.

vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv
vsv

Quer acompanhar mais desta linda e inspiradora história? Siga Jesse e Shurastey no FACEBOOK e YOUTUBE.


 

Related posts

Estilo de Vida / Viajar

Os países com o melhor estilo de vida para morar

Mudar de ares, conhecer culturas diferentes, se adaptar a um novo ritmo de vida. Para quem quer morar e trabalhar no exterior, essas mu...

Inspiração / Viajar

Casal brasileiro viaja o mundo produzindo vídeos por um outro olhar

Viajar com um propósito. Esse era o principal objetivo do publicitário Lucas Moraes e da administradora de empresas Gabriela Nasci...

Viajar

Megatrilha irá conectar o Rio de Janeiro ao Rio Grande do Sul

Se as passagens entre o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro estão caras, que tal fazer esse percurso a pé? Essa é a proposta de ...

Indicação / Inspiração / Sorrir

MÚSICA: Playlists do spotify que nos inspiram

"Sem música, a vida seria um erro" - Nietzsche Eu ( Douglas ) concordo plenamente com essa afirmação, pois sem ela, estaría...

Nenhum comentário

Enviar comentário